Rodovia dos Tamoios passa a contar com Wi-Fi exclusivo para emergência

Caraguatatuba 06 de fevereiro de 2018

A rodovia dos Tamoios (SP-99), que liga o litoral norte de São Paulo ao Vale do
Paraíba, passa a contar com cobertura de Wi-Fi ao longo de seus 74 km, inclusive nos
trechos onde não há sinal de celular.

O uso da rede Wi-Fi será exclusivo para comunicação entre motoristas e a
concessionária, como complemento ao serviço de atendimento prestado pelo 0800. A
proposta é agilizar os atendimentos e a divulgação de informações sobre a rodovia.

Para acessar a rede, o usuário precisa baixar o aplicativo
<https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.concessionariatamoios.App>
Rodovia Tamoios — por enquanto, disponível apenas para Android.

Nesta fase, o usuário tem dois recursos disponíveis. O primeiro é o botão SOS, que
conecta diretamente o usuário com o Centro de Controle Operacional para informar
panes, emergências ou acidentes. O segundo recurso é a rádio web Morada do Sol, que
divulga boletins sobre as condições da via e notícias, além da programação musical.

Quem não tiver o aplicativo instalado e precisar usar chamar o atendimento basta se
conectar no Wi-Fi da rodovia. Ao tentar acessar qualquer site no navegador, o
usuário é direcionado para a página com o botão SOS.

Ampliação em vista

A infraestrutura conta com 612 antenas em 153 pontos de difusão e cobre as
distâncias entre as cidades de São José dos Campos e Caraguatatuba. O serviço também
vai atender aos trechos que estão em construção, na serra da Tamoios e no contorno
com São Sebastião, já no litoral. O investimento para implantação foi de R$ 9,7
milhões.

Essa é a primeira rodovia brasileira a contar com sinal de internet em toda a sua
extensão. Até então, apenas um trecho de 40 km da BR-040 tinha sinal de Wi-Fi. Ainda
há a previsão de instalação de rede sem fio em mais 1.200 quilômetros de rodovias de
São Paulo, além do trecho norte do rodoanel Mario Covas (SP-021).

Por enquanto, o serviço está disponível no trecho de planalto. A cobertura total
será implantada até 30 de março, quando deverá funcionar de forma ininterrupta,
inclusive com acesso às imagens das câmeras de monitoramento.